terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Hífen - Reforma ortográfica

Clique aqui e leia as novas regras sobre hífen.

10 comentários:

||-Marizinha-|| disse...

Boa tarde,

Tenho uma dúvida. Existe alguma regra para identificar o gênero de uma empresa ? Para saber qual artigo devo colocar na frente ??

Por Exemplo:

A Volksvagem.

Existe regra para isso?

Aguardo retorno

marianeferroni@gmail.com

Dílson Catarino disse...

O gênero de uma empresa depende daquilo que ela seja. Por exemplo: Colégio é substantivo masculino; um colégio cujo nome seja "Nossa Senhora da Conceição" será denominado de "O Nossa Senhora da Conceição". Academia é substantivo feminino; uma academia cujo nome seja "Músculo" será denominada de "A Músculo". Volkswagen é uma fábrica de automóveis; é feminino, portanto: A Volkswagen.

Fada Safada disse...

Olá, professor.

"Sem-terra" por vezes não apresenta hífen.
O mesmo ocorre em "matéria-prima" e em "sem-vergonha"?

Obrigada
Fada

Dílson Catarino disse...

Matéria-prima terá hífen sempre; sem-terra e sem-vergonha o terão quando formarem substantivo ou adjetivo composto. Por exemplo:
Substantivo composto: "Aqueles sem-terra protestaram..."; "Aqueles sem-vergonha protestaram..."
Adjetivo composto: "Os agricultores sem-terra protestaram..."; "Esses agricultores sem-vergonha protestaram...".
Sem hífen: "Esses agricultores agem sem vergonha de se exporem ao ridículo"; "Estou sem terras no momento; vendi minha fazenda".

Concurseiro Master disse...

Por que sempre terá acento em matéria prima? Qual a regra?

Dílson Catarino disse...

"Matéria-prima" sempre terá hífen, e não acento, por ser um substantivo composto.

billy disse...

minha dúvida é em relação a palavra cana-de-açúcar com a mudança ortpgráfica. no meu entendimento fica igual, mas meu editor tira o hífen...qual é a forma correta???

Dílson Catarino disse...

Olá, Billy,
O seu editor está equivocado, pois cana-de-açúcar tem hífen por ser um substantivo referente a espécie botânica.

Oliveira disse...

Professor Dilson,
Trabalho como Revisor, no Ministério Público de Minas Gerais, atendendo aos jornalistas do Núcleo de Imprensa da Assessoria de Comunicação deste Órgão. Há uma jornalista que escreve muito bem, cujos textos mal precisam de revisão.
Porém, ela escreveu "carta convite" ao invés de "carta-convite"(com hífen). Pela grafia anterior ao Acordo, sei que ela se equivocou, mas não tenho certeza se houve mudanças no caso em tela. Peço, por favor, esclarecimento sobre o tema. Por ora, marquei o texto como contendo erro e, se eu estiver errado, a matéria sairá com erro no sítio da Instituição. Mas peço orientação para o futuro.
Obrigado.
Oliveira Marinho Ventura

Dílson Catarino disse...

Segundo o dicionário "Aulete", carta-convite se escreve com hífen, por ser substantivo composto.
Os substantivos compostos formados por dois elementos autônomos continuam hifenados.