segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Pronomes o, a, os, as e pronomes lhe, lhes.

Em todo o estudo de regência verbal, o aluno deve estar muito atento à seguinte teoria:

Verbo Transitivo Direto é aquele que indica ação praticada pelo sujeito e sofrida pelo objeto direto. A ligação entre o verbo e o objeto é realizada diretamente, ou seja, sem preposição. O próprio verbo praticar é transitivo direto, pois Quem pratica, pratica algo. Por exemplo:

Pratico tênis todas as semanas.

Os objetos diretos podem ser representados pelos pronomes o, a, os, as quando estiverem na terceira pessoa do singular ou do plural. Por exemplo:

* Quanto ao carro que comprou, se não o pagar até amanhã, será processado. (Pagar algo)
* Ela me entregou o convite pessoalmente. Agradeci-o comovido. (agradecer algo)
* Queridos alunos, informo-os de que a prova será difícil. (Informar alguém de algo)
* Levei sua bolsa para casa e a esqueci lá. (Esquecer algo)
* Você conhece a Isaurinha? Eu também a conheço. (Conhecer alguém)

Verbo transitivo indireto é aquele que indica ação praticada pelo sujeito e recebida pelo objeto indireto ou fato ativo também praticado pelo sujeito e recebido pelo objeto indireto. A ligação entre o verbo e o objeto é realizada mediante uma preposição. Por exemplo, o verbo obedecer, pois Quem obedece, obedece A algo (ou A alguém):

Não obedecerei a esses regulamentos por serem absurdos.

Os objetos indiretos encabeçados pela preposição a podem ser representados pelos pronomes lhe, lhes quando estiverem na terceira pessoa do singular ou do plural. Por exemplo:

* Fala-se muito das leis, mas ninguém lhes obedece. (Obedecer A algo)
* Ela me entregou o convite pessoalmente. Agradeci-lhe comovido. (Agradecer A alguém)
* Queridos alunos, informo-lhes que a prova será difícil. (Informar algo A alguém)
* Custou-lhe acreditar em mim. (Custar A alguém algo)
* Conversei com a Isaurinha e solicitei-lhe que me desse algumas informações. (Solicitar algo A alguém)

Há, porém, exceções. Alguns verbos transitivos indiretos que exigem a preposição a não admitem o uso de lhe, lhes como seus complementos, mas sim a ele, a ela, a eles, a elas). Eis alguns deles:
* Anuir (= dar consentimento, aprovação; estar de acordo)
* Visar (= almejar)
* Aspirar (= almejar)
* Assistir (= ver)
* Referir-se
* Aludir (= referir-se)

Eis alguns exemplos:

* Quanto ao casamento de nossa filha, não posso anuir a ele jamais! (e não anuir-lhe)
* Cada vaga em Medicina é almejada por centenas de milhares de jovens anualmente; visem a ela com determinação, portanto. (e não visem-lhe)
* Cada vaga em Medicina é almejada por centenas de milhares de jovens anualmente; aspirem a ela com determinação, portanto. (e não aspirem-lhe)
* Se esse filme é tão maravilhoso assim, assistamos a ele , então! (e não assistamos-lhe)
* Você diz que não citei sua aprovação, mas me referi a ela ontem mesmo. (e não me referi-lhe)
* Você diz que não citei sua aprovação, mas aludi a ela ontem mesmo. (e não aludi-lhe)



Dúvidas? Mande-me um e-mail.

3 comentários:

Jair de Oliveira Filho disse...

Bom dia, Professor Catarino!

Sou recém formado em letras pela UFMS e tenho pego como orientação as instruções postas na gramática online do Colégio Maxi.
Por ser um escritor amador,estar montando um Blog no windows live espaço de jairzinho e ser procurado para correção de textos. Sendo assim gostaria de saber como posso adquirir esta gramática, via postal?

Dílson Catarino disse...

Jair, o Gramática On-line está disponível apenas na internet. E gratuito!

Brunão disse...

Ótimo post. Ajudou-me muito com uma dúvida terrível sobre pronome "lhe"!